Remoção da placa bacteriana

Saiba como limpar seus dentes de forma correta, prevenindo lesões e amarelamento.

Toda superfície sólida e úmida adere a chamada placa bacteriana. É possível fazer uma analogia com o lodo nas pedras de um rio. Na boca é a mesma coisa! Só que o lodo nós conseguimos ver e placa bacteriana não! A placa bacteriana está aderida à superfície dental e ela é imperceptível aos nossos olhos. Para enxergá-la é preciso usar uma solução a base de fucsina. Isso é bem comum nos consultórios. Nós Dentistas costumamos fazer isso para mostrar aos pacientes onde deve-se escovar com mais precisão. Normalmente esse acúmulo de placa se dá em áreas de sulcos e fissuras ou áreas retentivas.

Somente a ação mecânica consegue remover a placa bacteriana. Não adianta usar soluções para bochecho. É por isso que empregamos a escova de dentes! A escova dental remove a placa bacteriana por atrição. Muitas pessoas acreditam, erroneamente,  que para uma melhor remoção da placa bacteriana é necessário uma escova com a cabeça grande e cerdas duras. Faz sentido pensar assim se você associar a escova de dentes a uma vassoura. Mas veja só, se você usar a vassoura errada em um piso delicado durante anos certamente estará danificando o piso. É exatamente isso que você faz com os seus dentes e gengiva quando escova-os com uma escova de cabeça grande e cerdas duras.

Ao escovar os dentes com uma escova de cerdas duras por anos você remove não somente a placa bacteriana, mas também o esmalte dental e machuca a gengiva. Seus dentes ficam opacos, sem brilho e amarelados ao remover o esmalte dental. Isso ocorre por que a camada de dentina, que está logo abaixo do esmalte, tem essas características. Já a gengiva pode sofrer retração. A raiz dos dentes ficam expostas quando a gengiva sofre retração e isso além de ser inadequado e feio, pode levar a sensibilidade. Então aquela sensibilidade ao tomar água gelada ou sorvete pode ter a sua origem em uma escovação inadequada. A atrição de cerda duras de uma escova dental pode levar ainda a formação de lesões não cariosas na região cervical, próxima das gengivas. Essas lesões são multifatoriais e a atrição pode ser uma das causas. Já a cabeça da escova quando é muito grande não consegue alcançar os últimos dentes da boca. Então a remoção da placa bacteriana na região dos molares fica prejudicada. Quer saber se vc está escovando direito essa região? Passe agora mesmo a língua nestes dentes e sinta! Se você sentir uma certa rugosidade é por que não está escovando direito essa região. Vá no seu Dentista imediatamente para fazer uma limpeza. A não remoção ou simples desorganização da placa bacteriana pode levar a formação de uma lesão inicial de cárie em apenas 14 dias.

Fique atento! Use uma escova de cerdas ultra-macias e com a cabeça pequena para a remoção efetiva da placa bacteriana em todos os dentes sem remover o esmalte e machucar a gengiva. Evite complicações! Na dúvida, visite seu Dentista!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019 BRUSHCLUB - CLUBE DE ASSINATURAS LTDA | CNPJ 31.691.994/0001-63
Rod. José Carlos Daux, 5500 | Sala 205 Bloco Lagoa A | Florianópolis/SC - CEP 88032-005